sábado, 12 de fevereiro de 2011

ROMMEL WERNECK: POEMA




TRÊS ESTROFES

As flores não florescem no inverno
Apenas a relva branca predomina
No cemitério do tédio eterno,
Onde a tortura de viver não termina!


Escuridão, o Sol foi-se embora?
Trevas, por que cobristes tudo?
O tempo destruiu a doce flora
E nas águas me afoguei para sempre!


O eclipse era lindo, mas escureceu...
As sombras fecharam toda a luz
No labirinto em que se perdeu
Aquele que nunca mais a vida conheceu...

Um comentário:

  1. Encadora a forma como este poema tinge nossa imaginação.

    ResponderExcluir