sábado, 11 de dezembro de 2010

ROMMEL WERNECK: POEMA

(Aleijadinho)



PLENO DE ESPLENDOR


"O grito que ora prendo é só por ti..."
Ronaldo Rhusso


Grita a Cruz as virtudes esquecidas
Gotejando fulgores, uns matizes
Que invadem minhas lúgubres feridas...


Há sacrossantas flamas que, em deslizes,
Encantam-me num êxtase de vidas
Dando alvuras aos sonhos infelizes


E penso que és tão pleno de esplendor


Porque o cedes a todos com amor!

Um comentário:

  1. Muito obrigado. Espero poder ajudar a divulgar esta forma fixa tão bela

    ResponderExcluir