terça-feira, 14 de setembro de 2010

UMA EDIÇÃO DO LUSÍADAS







4 comentários:

  1. Quem faz injúria vil e sem razão,
    Com forças e poder em que está posto,
    Não vence; que a vitória verdadeira
    É saber ter justiça nua e inteira.

    Os Lusíadas, canto VIII

    ResponderExcluir
  2. Meu amigo Ruaz, os clássicos são eternos! Um abraço!

    ResponderExcluir
  3. Gostei muito de seu espaço!
    Grata pela visita!

    ResponderExcluir
  4. Larissa, seja bem vinda ao Poesia Diversa! Esteja sempre presente!

    ResponderExcluir